| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Work with all your cloud files (Drive, Dropbox, and Slack and Gmail attachments) and documents (Google Docs, Sheets, and Notion) in one place. Try Dokkio (from the makers of PBworks) for free. Now available on the web, Mac, Windows, and as a Chrome extension!

View
 

Projeto

Page history last edited by Cláudia simões Mariano 10 years, 7 months ago

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO “DR. SILVA MELLO”                                 

PROJETO: EXPEDIÇÃO CIENTÍFICA PARA O PARQUE ESTADUAL

 DA PEDRA AZUL, DOMINGOS MARTINS, E VISITAÇÃO AOS DIVERSOS ECOSSISTEMAS DE GUARAPARI.

 

 

 

 

MACROPROJETO:             "RESÍDUO CIDADÃO"             

       

 

ÁREAS DE CONHECIMENTO: 

Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias

 Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Ciências Humanas e suas Tecnologias.

01. JUSTIFICATIVA:

Nas montanhas do Espírito Santo encontramos o Parque Estadual da Pedra Azul, criado para proteger um conjunto de valores naturais, onde se destaca a Pedra do Lagarto, de formação de granito e gnaisse a 1.822 metros de altura, unida à Pedra Azul, que pode ser vista na BR-262. A unidade de Conservação se encontra inserida no Bioma da Mata Atlântica, um dos mais diversos e ameaçados. Os ecossistemas englobados pela área do Parque são os Campos Rupestres (vegetação que se desenvolve sobre as pedras) e a Floresta Ombrófila Altimontana (matas influenciadas pelo regime de chuvas, localizadas acima de 1500 metros de altitude). A fauna e flora são muito diversas, inclusive com a presença de espécies endêmicas (que só ocorrem na área do Parque). O alvo do projeto, na questão ambiental, é sensibilizar a comunidade escolar para a importância de chegarmos a um patamar de equilíbrio da humanidade com a natureza, e esse projeto tem um dos passos pioneiros para se chegar a esse alvo, estruturando a questão da destinação dos resíduos sólidos. Hoje, já existem muitas formas de tratar os resíduos, porém ainda não há divulgação suficiente para conscientizar os seres humanos sobre o grande impacto que o lixo pode causar ao meio ambiente. Observa-se que esse comportamento humano é de origem educacional, visto que as pessoas não recebem nenhum preparo a nível familiar, escolar, social, religioso e político para este assunto.

Visitar o Parque Estadual da Pedra Azul ampliará horizontes e experiências, tanto de nossos alunos, quanto de nossos professores.

 

No litoral, encontramos Guarapari, a antiga vila fundada pelo Padre José de Anchieta em 1585, hoje o principal polo turístico do Espírito Santo. Na forma como é escrito hoje "Guarapari"- Guará (pássaro) e Pari (armadilha), significando, desta forma, armadilha de pássaro.

Em meados dos anos 60/70 Guarapari tornou-se nacionalmente famosa em decorrência das propriedades medicinais de suas areias monazíticas. Por este motivo houve uma onda turística crescente em torno da cidade. De paraíso bucólico rapidamente Guarapari tornou-se uma aglomeração selvagem de prédios e asfalto. Nos anos 90, a cidade em seu auge dourado, chegou a ter um milhão de turistas num único verão. As construtoras em associação com agentes políticos inescrupulosos e corruptos transformaram a cidade num arranjo terrível de edifícios sem observação de qualquer planejamento urbanístico. O resultado desse descaso redundou numa brusca diminuição do turismo, que era a principal fonte de renda da cidade, e a transformou numa cidade de veraneio, em que o ingresso de capital é muito menor que o do setor turístico. No século XXI, o Brasil sofreu uma significativa mudança sócio-econômica que proporcionou às camadas mais baixas e médias da população, possibilidade de viagens de veraneio e ou turísticas, e Guarapari tem sido receptora deste fluxo de turistas e veranistas. Atualmente, o município tenta estabelecer alguma regulamentação na altura dos edifícios em determinadas praias, promoveu a revitalização da orla do centro, e de algumas praias mais distantes. Guarapari hoje possui uma diversidade de praias, urbanas e semi-urbanas e algumas ainda bucólicas.

 

Situado no extremo norte do município, na faixa litorânea, está o Parque Paulo César Vinha, que possui 1.500 ha de área, protegendo o ecossistema restinga, uma rica flora composta por orquídeas, bromélias, clúsias e outras espécies típicas de restinga. Conta com uma fauna variada: de pererecas endêmicas a saguis-da-cara-branca, cotias, jiboias, quatis, tamanduás e veados. Possui três lagoas de águas avermelhadas, mas somente uma, a Lagoa de Caraís, é aberta a visitação. Sua sede fica próxima ao bairro de Setiba e conta com guardas-parque e uma estrutura básica de apoio ao turista.

 

Em Guarapari, possuímos também vários mangues, os quais são uma grande riqueza biológica dos ecossistemas costeiros. Essas áreas são grandes "berçários" naturais, tanto para as espécies características desses ambientes, como para peixes e outros animais que migram para as áreas costeiras durante, pelo menos, uma fase do ciclo de sua vida. O solo de manguezal caracteriza-se por ser úmido, salgado, lodoso, pobre em oxigênio e muito rico em nutrientes. Por possuir grande quantidade de matéria orgânica em decomposição, por vezes apresenta odor característico, mais acentuado se houver poluição. Essa matéria orgânica serve de alimento à base de uma extensa cadeia alimentar, como por exemplo, crustáceos e algumas espécies de peixes. O solo do manguezal também serve como abrigo para diversas espécies, como caranguejos. Pode-se perceber que o manguezal é de suma importância para o desenvolvimento de centenas de espécies, mas o que encontramos na maior parte de nossos manguezais? Poluição, resultado da falta de cuidado de alguns moradores e turistas que demonstram não estarem recebendo a devida orientação ou simplesmente que não se interessam pelo bem-estar futuro de nossa cidade e planeta.

 02. OBJETIVO GERAL:
  • Promover a sensibilização de alunos e professores sobre a questão ambiental a partir uma comunicação real entre o aprendizado dos conteúdos didáticos em sala de aula e a vivência de experiências autênticas.

 

03. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

  • Observação dos aspectos geográficos, altitude, clima, relevo e tipos de vegetação das regiões.
  • Conhecer o projeto de agroturismo na região de Pedra Azul.
  • Incentivar o espírito de preservação e renovação das florestas, restingas e manguezais.
  • Conhecer o Parque Estadual da Pedra Azul.
  • Conhecer  alguns ecossistemas de Guarapari.
  • Desenvolver hábitos de investigação científica, aprimorando a socialização do conhecimento adquirido.
  •  Relacionar conteúdos programáticos de sala de aula com fenômenos reais e cotidianos, nas diversas áreas de conhecimento.
  • Conhecer o processo de imigração na região.
  • Integrar o adolescente à natureza para que ele mesmo, de forma lúdica, possa ampliar seu conceito de ecologia e reconhecer-se como parte do meio ambiente.
  • Promover a sensibilização do educando em aspectos biológicos, físicos sociais e culturais.
  • Promover a sensibilização dos alunos para a importância de se ter um projeto para a coleta de resíduos sólidos na natureza.

 

04. AVALIAÇÃO

Serão distribuídos até 20 pontos por disciplina (a critério do professor envolvido no projeto) por meio de análise dos relatórios digitais produzidos, atitudes de socialização e participação nas expedições.

 

05. AVALIAÇÃO Disciplina de Língua Portuguesa:

Participação nas atividades, produção do artigo, postagens no Wiki, preenchimento das máscaras de atividades no Wiki. 

 

Disciplina de História:  

Participação nas atividades, produção do artigo, postagens no Wiki, preenchimento das máscaras de atividades no Wiki. 

 

Disciplina de Geografia:

Participação nas atividades, produção do artigo, postagens no Wiki, preenchimento das máscaras de atividades no Wiki.  

 

Disciplina de Física: 

Participação nas atividades, produção do artigo, postagens no Wiki, preenchimento das máscaras de atividades no Wiki.  

 

O que conta?

Criatividade, produção de textos (conteúdo, correção, clareza, objetividade,etc.), imagens, áudios e vídeos postados no Wiki, participação efetiva em todas as atividades.

 

 

 

05. ENVOLVIDOS:
  •  Alunos da 3ª série do Ensino Médio.
  • Professores (Turno Matutino) das disciplinas: Língua Portuguesa - Cláudia Simões Mariano - História - Gustavo Adolpho Lopes de Faria Trindade - Geografia - José Luís da Silva e Gustavo Carvalho - Física - Valdirene ferreira da Silva.
  • Professor em função Pedagógica: Giovani Silva Costa
  • Diretor: Anderson Ricardo Azevedo

 

 

 

 

Elaboração do Projeto: Cláudia Simões Mariano, Gustavo Adolpho Lopes de Faria Trindade, José Luís da Silva, Gustavo Carvalho e Valdirene Ferreira da Silva.

 

 
Elaboração do Macro-Projeto "Resíduo Cidadão": Profª. Joyce Piumbini    

 

 

Comments (6)

Cláudia simões Mariano said

at 2:46 pm on Apr 29, 2010

Queridos, antes de viajarmos ou de visitarmos os ecossistemas descritos no projeto, comentem apenas na página inicial, na página reflexão e na página projeto. Depois dos passeios é que começares a responder às questões propostas ...
Abraços,
Profª Cláudia

Cláudia simões Mariano said

at 11:19 am on Jun 4, 2010

Ei, pessoal!! Vocês já perceberam que o editor de texto do wiki detecta erros ortográficos?? Pois é! As palavras que ficam sublinhadas com um pontilhado vermelho ou não pertencem a língua portuguesa ou estão orograficamente incorretas e PRECISAM ser corrigidas. E isso é obrigação de todos. Agora mesmo fiz isso numa página, mas não vou fazer mais. Essa é uma das competências avaliadas. Por favor, ao escreverem observem o que o editor de texto acusou como incorreto e CORRIJAM. Lembrem-se de que o texto de vocês pode ser lido por qualquer pessoa no mundo.
Abraços,

Juão Marcos said

at 8:32 pm on Jun 23, 2010

Muito interessante a questão dos mangues, sabendo que nós seres humanos nem ligamos para uma fonte de ecossistema no planeta, colaborando com a destruição
dele e não com o crescimento do próprio.

silvana lima dos santos said

at 2:51 pm on Jun 30, 2010

concordo com o JUÃO AXEI MUITO INTERESANTE...

JOSELIA said

at 1:52 pm on Aug 12, 2010

antes de ter ido ao sesc asistir a uma palestra sore os diferentes tipos de ecossistemas também achavava que o manguezol não tinha nenhuma importância,mas agora sei que tem 1001 utilidades para os seres aquáticos se alimentareme sobreviverem!!!

MARCELO SALES said

at 2:39 pm on Oct 21, 2010

Interessante mesmo o texto acima,contendo todas informações nescessárias pra conhecer
um poko mais da nossa cidade.Gostei muito de conhecer um pouco mais da história dos
mangues!!

You don't have permission to comment on this page.